Segmentação de mercado: conheca os diferentes tipos

Você sabe quais são os tipos de segmentação de mercado? A segmentação de um mercado consiste em dividir o mercado em subconjuntos, criando grupos de consumidores chamados segmentos. Eles devem ser o mais homogêneo possível em termos de expectativas e respostas às ações de marketing. Também devem ser o mais heterogêneo possível para que os segmentos sejam claramente diferenciados.

Essa divisão de mercado em grupos homogêneos de indivíduos permite que as ações de marketing se adaptem melhor e aumentem sua eficácia. Leia mais em: O que é um estudo de mercado?

Quais são os tipos de segmentação de mercado?

Um mercado pode ser dividido de diferentes maneiras. Dependendo da marca, indústria e informações disponíveis para os clientes, a divisão será diferente. Grupos de referência cruzada também podem permitir uma seleção mais precisa. Por exemplo, para se concentrar em mulheres, que moram em uma determinada região de um país e que gostam de carros.

O mercado pode ser dividido de acordo com diferentes critérios: geográficos, demográficos e psicográficos. Todos esses critérios permitem que você faça seleções para distribuir, por exemplo, pesquisas para o segmento indicado. Também fazer ofertas específicas ou criar planos de fidelidade adequados ao seu negócio. Recomendamos também a leitura de: Como avaliar o mercado internacional e expandir seus negócios

Segmentação geográfica:

A segmentação geográfica consiste em dividir o mercado em áreas geográficas com semelhanças suficientes para serem sujeitas às mesmas ações de marketing. Pode ser uma divisão geográfica a nível internacional, nacional, regional ou local.

A segmentação geográfica é o primeiro passo em qualquer iniciativa de marketing internacional, mesmo que as empresas nacionais possam se beneficiar de campanhas locais.

Segmentação demográfica:

Outro tipo de segmentação de mercado é a segmentação demográfica. Ela consiste em segmentar o mercado com base em variáveis como sexo, idade, peso e altura, profissão, renda ou nível educacional.

Esse tipo de segmentação é a mais frequente, mas raramente é utilizada isoladamente. Por trás de uma variável sociodemográfica, como idade ou categoria socioprofissional, existem grandes disparidades. A desvantagem de escolher esta opção muito rapidamente, pois às vezes o que você é, não condiciona o que você faz ou ama.

Por exemplo, entre os jovens de 20 a 25 anos, há estudantes que ainda moram na casa dos pais, mas também pais jovens que trabalham desde muito cedo. Ambos os perfis têm estilos de vida muito diferentes e, portanto, expectativas distintas, no mercado.

Segmentação psicográfica:

Outro tipo de segmentação de mercado é a segmentação psicográfica, que muitas vezes proporciona clareza na relação com critérios sociodemográficos e geográficos, pois leva a uma descrição qualitativa dos segmentos. Consiste em dividir um mercado de acordo com estilos de vida, valores, opiniões ou mesmo a personalidade dos indivíduos.

Esse tipo de segmentação de mercado inclui pessoas, cujo comportamento em relação ao produto é homogêneo. Não procuramos mais agrupar indivíduos que seriam semelhantes em si mesmos, como no caso da segmentação demográfica, mas agrupar indivíduos que têm comportamentos, atitudes ou reações similares à categoria do produto.

Características de uma boa segmentação

Escolher corretamente alguns dos diferentes tipos de segmentação deve garantir que os segmentos sejam relevantes, acessíveis, mensuráveis, lucrativos e exploráveis. Leia: 10 mitos da investigação de mercado.

Os diferentes tipos de segmentação de mercado não respondem a esses requisitos da mesma maneira. Os critérios sociodemográficos facilitam a obtenção de segmentos mensuráveis em comparação com os critérios psicográficos.

Esta é a razão pela qual as segmentações multicritério, geralmente, levam a uma descrição quantitativa e objetiva do segmento. Contém critérios que levam a uma descrição qualitativa do segmento, mais rica e relevante, porém menos fácil de medir. Recomendamos também a leitura de: Cinco ferramentas móveis para uma pesquisa de mercado

Como saber se sua segmentação é relevante?

Um segmento deve ser intrinsecamente homogêneo. Em outras palavras, os clientes do mesmo segmento devem ser muito semelhantes nos critérios que geraram sua segmentação e no maior número possível de critérios. Os desvios padrão devem ser pequenos (a maioria dos clientes perto da média do segmento), para então, decidir entre os tipos de segmentação de mercado que funcionam melhor para você.

A segmentação deve ser operacionalmente viável: uma segmentação pode ser o resultado de cálculos estatísticos de alta qualidade. Lembre-se de que os critérios mais óbvios nem sempre são os mais apropriados.

Recomendamos a leitura de: Técnicas qualitativas de pesquisa de mercado

O mercado de um produto ou serviço raramente é homogêneo. Dependendo se os clientes são indivíduos, empresas ou comunidades, eles têm necessidades diferentes e seus próprios hábitos de compra e consumo. Portanto, você não pode abordar todos os consumidores de forma eficaz e consistente. Pelo contrário, a melhor opção é personalizar a sua oferta ao máximo para reter seus clientes.

Todos nós temos uma tendência natural de nos orientarmos para os chamados critérios objetivos. Como por exemplo, o nível de renda, o tipo de moradia, etc., para construir nossas ações de marketing. No entanto, eles geralmente podem ser otimizados por uma segmentação mais apurada.

Se você quer segmentar seu mercado, é porque quer vender algo:

Para quem são seus produtos?

Como você imagina os compradores?

Como você gostaria de vender?

Onde e quando você venderá seus produtos?

Quais são os benefícios dos seus produtos?

Leia mais em: Como conduzir uma pesquisa quantitativa de mercado

Depois de ter respondido a todas essas perguntas, você terá uma idéia do alcance do seu mercado e poderá escolher entre os tipos de segmentação mais adequados a você.

Escolha sua segmentação

Lembre-se sempre de que a segmentação visa entender seus clientes. Combinando várias fontes, você pode primeiro identificar diferentes segmentos e, em seguida, definir diferentes grupos para criar perfis de compradores específicos.

As fontes de dados podem incluir entrevistas, pesquisas, grupos de foco, dados de vendas e CRM, também dados de fidelidade do cliente, opiniões, comentários e dados de redes sociais.

Para agilizar seu processo de trabalho e para que tenha recursos que enriquecem seu projeto de pesquisa, utilize uma plataforma online de pesquisa, te convido à conhecer a Questionpro, uma solução completa em pesquisa e inteligência de mercado.

Siga-nos nas redes sociais e receba sempre dicas e novidades: Facebook, Twitter, Linkedin, Instagram

Crie sua primeira pesquisa on-line
Comece em 30 segundos. Não é necessário cartão de crédito.