Qualidade de dados 5 dicas para melhorá-los

A qualidade de dados passa pelo apoio de pesquisa extensiva. Além disso as empresas não podem se dar ao luxo de entrar no mercado com um novo produto ou serviço que não foram devidamente pesquisados e testados.

Portanto se você não está convencido, lembre-se do caso da “nova Coca-Cola”, que foi lançada em 1985, depois que a Coca-Cola perdeu participação de mercado para a sua rival, a Pepsi.

No entanto a decisão da Coca-Cola de alterar sua receita tradicional resultou em grande protesto dos consumidores nos Estados Unidos, que inundaram os call centers da empresa com mais de 400 mil reclamações. Em resumo, a Coca-Cola se viu obrigada a pedir desculpas e tirou a “nova Coca-Cola” do mercado, retornando à sua receita original, para o alívio de seus clientes. Onde eles erraram?

Por  outro lado, durante o período de pesquisa, eles testaram a nova fórmula em 200.000 mil indivíduos, porém nesse teste foi avaliado apenas o gosto da nova Coca, desconsiderando o fato de os consumidores tomarem decisões de compra com base em hábitos, nostalgias e sua lealdade à marca e ao produto já existente, o que confirma a questão sobre a importância da qualidade de dados e suas análises.

O pior do que não ter nenhum dado é ter dados ruins, porque dados ruins levam a decisões de negócios ruins.

A cada dia a informação tem se mostrado um dos ativos mais relevante para uma empresa, sem a informação correta e de qualidade, empresas podem ser levadas a um planejamento distorcido e a decisões e planos operacionais  equivocados; mesmos em empresa que tenha a cultura de pesquisas e que consiga levantar um grande volume de dados, saber tratá-los e interpretá-los é um dos grandes desafios corporativos atuais.

A qualidade de dados deve ser almejado para levar para as empresas diferenciais competitivos e para que essas empresas possam levar aos seus clientes produtos e serviços em sintonia com seus desejos e anseios.

Aqui, construímos uma lista com 5 práticas recomendadas para melhorar a qualidade dos dados da sua pesquisa.

Mantenha a pesquisa curta e direta

Um peixinho dourado tem um período de atenção de 9 segundos; humanos adultos tinha um período de atenção de 12 segundos no ano 2000, mas segundo estudos, na era digital esse período de atenção caiu para 8 segundos em 2013.

A ordem das perguntas e o tempo necessário para preencher vão desempenhar um papel vital nas respostas do entrevistado e fazer com que a qualidade de dados também seja afetado positivamente. Faça as perguntas mais difíceis no início da pesquisa e limite as questões abertas, que exigem mais esforços para responder. Certifique-se de cada pergunta destina-se à obter informações relevantes, então você não estará desperdiçando o tempo do seu entrevistado.

Leia sobre aqui sobre Pesquisas quantitativa e suas análises da prática

Tenha um propósito claro

Antes de realizar uma pesquisa, estabeleça um objetivo de forma clara. O que você espera aprender com essa pesquisa? Você tem um objetivo claro, alvo e a metodologia certa? Teste, teste e teste novamente antes de implantar sua pesquisa para garantir que você não tenha perdido o objetivo.

Permitir  respostas como “não sei responder” e “prefiro não responder” quando apropriado

31% das pessoas dizem que dão uma resposta imprecisa a uma pergunta de pesquisa porque a questão não se aplica a elas. Ao dar a opção de resposta como “não sei responder” e “prefiro não responder”, e ou “outro”, na verdade voc~e estará controlando a qualidade de seus dados obtida através desse questionário e deixará seu entrevistado mais confortável para responder às questões.

Torná-la fácil de usar

Ao tornar a pesquisa acessível tanto online como via celular, a taxa do entrevistado aumenta bastante. Coloque-se no lugar dos entrevistados e pense sobre o que o ajudaria à completar uma pesquisa. Assegurar que os entrevistados tenham espaço suficiente para ler e responder facilmente às suas perguntas, mantendo os rótulos de cabeçalho que definem as seções em exibição e tornando os pontos de toque tão grandes quanto possível, criará uma melhor experiência de usuário para o entrevistado.

Evite o viés e garanta a qualidade de dados

O questionamento de dúvidas, ou uma questão principal, é quando o projeto de uma pergunta ou a forma como é feita faz com que os entrevistados respondam de uma maneira ou de outra. Por exemplo, a redação na seguinte questão é liderar o entrevistado: “Você concorda que o iPhone é o melhor smartphone do mercado?” Você pode nem sequer ter consciência de que escreveu uma pergunta para uma resposta específica, e é por isso que você sempre deve ter alguém para rever sua pesquisa com um novo olhar questionador para as questões.

Leia sobre aqui sobre Análise de tendência, definição e aplicações

Você está pronto para seu próximo projeto de pesquisa? Nós podemos ajudar! Entre em contato com brazil@questionpro.com

Nos siga no facebook

QuestionPro Audience é líder em coleta de dados on-line e off-line com acesso a milhões de entrevistados pré-qualificados que participam diariamente de milhares de pesquisas. Nós fornecemos aos nossos clientes as ferramentas e conhecimentos necessários para realizar soluções de pesquisa de 360 ​​graus.

Crie sua primeira pesquisa on-line
Comece em 30 segundos. Não é necessário cartão de crédito.