Amostragem por conveniência, como posso utilizá-la?

A amostragem por conveniência é uma técnica de amostragem não probabilística e não aleatória usada para criar amostras de acordo com a facilidade de acesso. Tendo em conta a disponibilidade de pessoas para fazer parte da amostra em um determinado intervalo de tempo. Também qualquer outra especificação prática de um elemento particular.

O pesquisador escolhe os membros apenas por sua proximidade e não considera se eles realmente representam uma amostra representativa de toda a população ou não. Quando essa técnica é usada, hábitos, opiniões e pontos de vista podem ser observados mais facilmente.

Os pesquisadores usam técnicas de amostragem em situações em que há grandes populações a serem avaliadas. Uma vez que, na maioria dos casos, é quase impossível testar uma população inteira.

Essa técnica é usada quando não há critérios que devam ser considerados para que uma pessoa faça parte da amostra. Cada elemento da população pode ser um participante e é elegível para fazer parte da amostra. Esses participantes geralmente dependem da proximidade do pesquisador.

Por exemplo, em uma escola, às vezes, há situações nas quais um professor seleciona as duas primeiras filas para participar da competição. Este é um exemplo de proximidade. Outro exemplo poderia ser quando uma ONG seleciona as 20 melhores cidades para prestar seus serviços; dependendo da proximidade de sua base.

Quando se utiliza a amostragem por conveniência?

O exemplo mais básico de onde o método de amostragem por conveniência é usado é quando as empresas param as pessoas em um shopping ou em uma rua movimentada; para distribuir seus folhetos promocionais e fazer perguntas.

As empresas usam o método de amostragem de conveniência para coletar informações sobre questões críticas que devem ser tratadas quase imediatamente. Ou quando uma marca está coletando informações sobre um recurso ou produto específico recém lançado.

Durante os estágios iniciais de uma investigação, os pesquisadores geralmente preferem usar a amostragem de conveniência. Pois, esse método torna mais rápido e fácil a obtenção de resultados.

Embora muitos evitem implementar essa técnica, a amostragem por conveniência é fundamental em situações nas quais um pesquisador pretende obter informações em um período mais curto e sem investir muito dinheiro.

Por exemplo, se um estudante de marketing for solicitado para uma tarefa na qual deve receber feedback sobre o “escopo do marketing de conteúdo em 2018”. Ele criaria rapidamente uma pesquisa on-line e enviaria um link para todos seus contatos; para que as respostas sejam recebidas e compartilhadas em suas redes sociais. Este é um exemplo clássico do uso do método de amostragem por conveniência.

Vantagens 

Método rápido para coletar dados: As regras para reunir elementos ou participantes da amostra são menos complicadas em comparação com outros métodos de pesquisa; como amostragem aleatória simples, amostragem estratificada ou amostragem sistemática. Devido à simplicidade desse tipo de amostragem, a coleta de dados geralmente leva um tempo mínimo.

Econômico ao criar amostras: O dinheiro e o tempo investido em outros métodos de amostragem probabilística são geralmente muito mais altos em comparação com a amostragem por conveniência. Isso permite que os pesquisadores criem amostras com pouco ou nenhum investimento em um curto período de tempo.

Amostra coletada facilmente: Os pesquisadores podem acessar facilmente os elementos e, portanto, é fácil coletar membros para a amostra.

Menos regras: Diferentemente das técnicas probabilísticas de amostragem, a amostragem por conveniência não exige que seja feita uma lista de verificação para permitir que os membros ou a população tenham acesso a fazer parte da amostra. No caso desse método de amostragem, a coleta de informações e dados críticos é muito mais simples.

Um exemplo do uso de amostras por conveniência: imagine que os voluntários de uma ONG precisam realizar pesquisas com mulheres. Mas, não têm acesso a muitas, e precisam obter os resultados o mais rápido possível. O que os voluntários podem fazer é ir à escolas, universidades, escritórios, etc., e conversar com as mulheres que estejam presentes sem ter uma lista em mãos.

Como reduzir o desvio na amostragem por conveniência?

A melhor maneira de reduzir o desvio na amostragem de conveniência é usá-la juntamente com a amostragem probabilística. A realidade é que a amostragem por conveniência geralmente é tendenciosa. E, é por isso que o uso da amostragem probabilística pode ser útil para mantter o desvio sob controle.

As técnicas de amostragem por conveniência e amostragem por probabilidade são realmente boas para uma estimativa mais precisa. O aspecto de probabilidade usado com a amostragem de conveniência deve ser bom o suficiente para superar o desvio.

O desvio pode tornar uma amostra inteira inútil e essa é definitivamente a última coisa que um pesquisador precisa. Por isso, recomendo usar as duas técnicas de amostragem para obter os resultados que você procura.

Você vai iniciar uma investigação? Convido você a criar sua primeira conta de pesquisa on-line gratuita. Aprenda tudo que você pode fazer usando a QuestionPro.

Para agilizar seu processo de trabalho e para que tenha recursos que enriquecem seu projeto de pesquisa, utilize uma plataforma online de pesquisa, te convido a conhecer a Questionpro, uma solução completa em pesquisa e inteligência de mercado. 

Siga-nos nas redes sociais e receba sempre dicas e novidades: Facebook, Twitter, Linkedin, Instagram

Crie sua primeira pesquisa on-line
Comece em 30 segundos. Não é necessário cartão de crédito.