Como criar um questionário eleitoral?

Você já respondeu algum questionário eleitoral?

É comum encontrar comentários em redes sociais duvidando que as pessoas realmente são consultadas durante uma pesquisa eleitoral. Mas isso não é verdade.

Quando você entende o que é uma pesquisa eleitoral, percebe que fazer perguntas diretamente à população é fundamental para compreender a opinião pública. Aliás, esse é um dos princípios básicos de uma pesquisa eleitoral quantitativa e qualitativa.

Nesse contexto, o questionário é utilizado como uma ferramenta de coleta de dados, que depois são processados e convertidos em informações concretas e insights. O problema é que isso só acontece se as perguntas realizadas durante a pesquisa forem bem elaboradas. Caso contrário, os resultados da pesquisa podem gerar um efeito dominó extremamente negativo. Sem as perguntas certas, as pessoas podem ter dificuldade de entender as questões e passar informações que não refletem o que elas realmente pensam sobre o tema da pesquisa. Como consequência, a interpretação dos resultados da pesquisa será incorreta, prejudicando sua análise.

E não dá para errar em época de eleição, certo?

Por isso, investir na elaboração e na aplicação de um bom questionário eleitoral é essencial para fazer uma pesquisa eficiente. Mas como criar esse questionário eleitoral?

Para isso, basta acompanhar os próximos tópicos.

 

 

Como é feito um questionário eleitoral?

A forma mais fácil de entender como são feitos os questionários eleitorais é seguir um passo a passo completo.

Por isso, compartilhamos 10 passos fundamentais não só para criar, mas também para aplicar e obter os resultados gerados a partir de um questionário eleitoral.

Vamos lá?

 

1- Defina o objetivo da pesquisa

Uma pesquisa eleitoral pode ser criada com vários objetivos. O problema é que criar uma pesquisa que aborde todos os problemas que te interessam pode gerar um questionário enorme, que talvez nem revele o que você realmente deseja saber.

Por esse motivo, o primeiro passo para criar um questionário eleitoral é definir o objetivo da pesquisa. Para isso, o ideal é fazer perguntas como:

  • O que realmente preciso saber?
  • Quais dados preciso utilizar para definir minha campanha política?
  • Qual deve ser o foco das perguntas para que eu consiga essas informações?

Com base nessas respostas será mais fácil direcionar a elaboração do questionário.

 

2- Crie perguntas e respostas simples e diretas

Perguntas muito longas ou complexas podem deixar os respondentes confusos, induzindo-os a fornecer respostas incompatíveis com o que eles realmente pensam. Para evitar esse tipo de problema, a solução é criar perguntas simples, curtas e objetivas sobre o assunto de interesse da pesquisa. Assim, além de facilitar a compreensão do questionário, ele ainda pode ser respondido mais rápido, o que aumenta as chances das pessoas participarem da pesquisa.

Além disso, lembre-se que questionários eleitorais são compostos de perguntas de múltipla escolha. Ou seja, o respondente só precisa escolher com qual resposta ele mais se identifica.

Por esse motivo, o ideal é que as opções de respostas disponíveis também sejam objetivas, simples e diretas. Dessa forma, você torna o processo mais rápido e obtém respostas mais intuitivas.

 

3- Defina uma amostra de respondentes

Definir quais pessoas vão responder o questionário também facilita a criação de perguntas direcionadas para esse público.

Você pode criar uma pesquisa eleitoral para entender o que os membros de um partido político pensam sobre um candidato às eleições, por exemplo. Além disso, é importante definir o tamanho da amostra de respondentes. Lembre-se que enquetes e pesquisas eleitorais são coisas diferentes.

Para ser válida, a quantidade e variedade de respondentes deve representar uma amostra estatisticamente significativa da população.

 

4- Faça uma pesquisa imparcial

Um bom questionário eleitoral também deve ser composto de perguntas imparciais, ou seja, que não influenciam nas respostas das pessoas.

Além desse cuidado na elaboração das perguntas, os pesquisadores também devem se manter imparciais durante a entrevista dos respondentes.

Isso significa que eles não devem explicar a pergunta induzindo o respondente a fornecer a informação que ele deseja. Caso esses cuidados não sejam observados, o resultado da sua pesquisa será comprometido.

 

5- Garanta o anonimato dos respondentes

Permitir que o questionário seja respondido de forma anônima é fundamental para criar uma relação de confiança com o respondente.

Assim, além de garantir que as respostas sejam mais honestas, você ainda protege as informações pessoais dos participantes.

 

6- Teste seu questionário eleitoral

Antes de começar oficialmente sua pesquisa, teste o seu questionário. Essa testagem prévia é importante porque permite que você encontre falhas na elaboração ou distribuição de perguntas e respostas. Assim, caso seja necessário, você pode revisar sua pesquisa.

 

7- Contrate um software de pesquisa offline 

A pesquisa de campo, na qual os pesquisadores abordam as pessoas na rua, está sujeita a uma série de falhas, como erros de análise, fraudes e limitações geográficas.

Além disso, ainda existem problemas de acesso a internet, que muitas vezes inviabilizam o envio de dados através de plataformas de pesquisa online.

Por essa razão, o software de pesquisa offline é a melhor aliada para fazer uma pesquisa eleitoral hoje em dia.

O aplicativo da QuestionPro, por exemplo, permite a criação de um questionário eleitoral personalizado, que pode ser respondido mesmo quando não há acesso à internet.

Isso é possível porque o app salva as respostas dentro do próprio tablet ou smartphone onde ele foi instalado.

Depois disso, quando o dispositivo estiver conectado à internet, o próprio app envia as respostas automaticamente para a nuvem. Em seguida, elas serão processadas e poderão ser analisadas.

 

8- Ative o Modo Quiosque

Outra funcionalidade importante oferecida pelo App QuestionPro é o chamado Modo Quiosque.

Por conta desse modo, o respondente é impedido de acessar outros aplicativos enquanto não finaliza o questionário.

Dessa forma, o software cria uma barreira para evitar fraudes nas respostas e ainda garante a segurança das informações pessoais do respondente.

 

9- Faça uma auditoria para evitar fraudes

Falando em fraudes, evitar o problema de respostas fraudulentas é um dos grandes desafios na hora de fazer uma pesquisa eleitoral.

No entanto, ele pode ser evitado caso a pesquisa seja realizada com o apoio de um software de pesquisa.

O app da QuestionPro, por exemplo, conta com uma função exclusiva de auditoria de dispositivos.

Essa função permite a inspeção e validação dos dados coletados. Além disso, esse software é capaz de eliminar respostas fraudulentas, melhorando a qualidade dos dados coletados.

 

10- Compartilhe os relatórios de dados coletados

Analisar os resultados é tão importante quanto coletar os dados através do questionário.

Por isso, após concluir a etapa de entrevista dos respondentes, é fundamental reunir todas as informações coletadas e transformá-las em dados qualitativos.

Isso significa que as respostas devem ser transformadas em gráficos, tabelas e relatórios que facilitem a interpretação dos resultados.

Com o software da QuestionPro, você tem acesso a todas essas formas de análise. Além disso, ele ainda permite que você compartilhe esses relatórios com seu time de forma mais fácil e rápida.

Assim, fica muito mais fácil criar, analisar e interpretar o questionário eleitoral.

 


 

Agora que você já sabe o que é um questionário eleitoral, é hora de começar a pesquisar!

Na QuestionPro você encontra ferramentas de pesquisa online e offline

Conheça todos os recursos disponíveis em nossas diferentes licenças! 

Ver ferramentas e recursos QuestionPro