DIY pesquisa de Mercado é recomendável ou não?

Diy pesquisa de mercado é sobre como nós vivemos em uma era da mentalidade do-it –yourself ( faça você mesmo ). DIY é o que fez lojas de bricolage, como Lowes e Home Depot construírem e sustentarem seus impérios.

O mesmo é verdadeiro para as inúmeras lojas de autopeças voltadas para o homem (ou mulher) “DIY”. O pensamento de “Porque se preocupar pedindo para alguém quando eu posso fazer isso sozinho” se infiltrou na área de marketing. E graças à infinidade de plataformas com conteúdos online de baixo ou nenhum custo, o DIY entrou no mundo do marketing.

A DIY pesquisa de Mercado é boa ou ruim?

Uma boa justificativa poderia derrubar qualquer argumento. O conceito DIY traz poder as pessoas, como fez quando a editoração eletrônica e a divulgação de conteúdos produzidos por pessoas comuns entrou em cena no final da década de 1980.

Invariavelmente, esse conceito diminuirá o custo dos serviços a um nível em que mais pessoas ou empresas poderão se dar ao luxo de experimentá-lo. Este é o lado bom da equação.

Agora quanto ao lado sombrio … o “do-it –yourself” para pesquisa de mercado, utilizando plataformas de pesquisa de baixo custo não irá substituir a experiência dos pesquisadores de mercado vividos; cujos aprendizados foram sendo acumulados ao longo dos anos. Este é o valor que trazemos para a discussão.

Por que isso é importante?

Se o objetivo final da pesquisa de mercado é reduzir o risco organizacional fornecendo dados de consumo ou de mercado válidos e confiáveis; afim de melhor informar a tomada de decisão, então o DIY apresenta um risco grave para a equação.

A falta de habilidade das ferramentas de pesquisa de mercado DIY mostra-se de muitas maneiras , incluindo:

– Desenvolvimento de questionários pobres, incluindo questões mal formuladas, sem lógica ou um questionário com um número de perguntas excessivas;

– Servidores ou plataformas de pesquisa que não são focadas em prover respostas sobre questões de um mercado ou negócio especifico;

– Seleção de amostra inadequada para a pesquisa;

– Pouca assertividade para testar a validade e confiabilidade da pesquisa;

Se você é um pesquisador de alguma empresa com foco em qualquer consumidor ou em pesquisa de mercado B2B. Então é seu o seu papel para orientar seus clientes internos no desenvolvimento de pesquisas; que irão produzir dados precisos e confiáveis. Sem sobrecarregar as pessoas que você espera para participar do projeto.

Os pontos chaves para o DIY pesquisa de Mercado incluem:

– Estabelecer objetivos claros de investigação que equilibram ambas as preocupações, do cliente e do respondente.

– Orientar sobre o escopo da pesquisa, de modo que ela permaneça focada e capaz de reunir os as respostas para os questionamentos propostos.

– Empregar melhores práticas de gerenciamento de projetos para garantir o andamento do mesmo.

Também gostaria de incentivar os pesquisadores que estão enfrentando pressão para realizar uma pesquisa de mercado DIY, de clientes internos e externos; para “educar” os que defendem a pesquisa DIY.

Existem inúmeras fontes on-line , incluindo a QuestionPro, a Associação Americana de Marketing e GreenBook que oferecem sólidas informações, fundamentais para compartilhar com clientes e e colegas.

Também recomendamos:

Uma introdução aos 4 tipos de dados que podem ser obtidos a partir de sua pesquisa de mercado.

Promover pesquisa de mercado e inovação por meio de um painel on-line

Relação entre o método científico e a pesquisa de mercado

Frases de pesquisa de mercado para aplicar diariamente

Técnicas qualitativas de pesquisa de mercado – conheça agora!

Redes sociais para pesquisa de mercado, como utilizá-las?

Para agilizar seu processo de trabalho e para que tenha recursos que enriquecem seu projeto de pesquisa, utilize uma plataforma online de pesquisa, te convido a conhecer a Questionpro, uma solução completa em pesquisa e inteligência de mercado. 

Siga-nos nas redes sociais e receba sempre dicas e novidades: Facebook, Twitter, Linkedin, Instagram