Geração de dados: saiba qual a importância em uma investigação

Muitos pesquisadores assumiram a tarefa de analisar a importância da geração de dados. Esse ajuda a fornecer soluções para os problemas que estão enfrentando através da obtenção de informações por métodos tradicionais.

Até agora, grande parte da abordagem foi gerada por meio de redes sociais ou vários tipos de tecnologia que são uma fonte de dados cada vez mais rica, complexa e massiva. Essas novas fontes de dados podem levar a uma grande mudança na maneira como os indivíduos veem os dados coletados. E, portanto, é do interesse de todos coletar e analisar esses dados.

Quem coleta dados?

Os dados quantitativos sobre pessoas foram coletados por milênios. Mas, com os avanços tecnológicos e a identificação de novos propósitos, os últimos 100 anos viram um aumento significativo na quantidade de dados produzidos e coletados. Por exemplo, dados sobre padrões de consumo e outras pesquisas de mercado, pesquisas de probabilidade, etc. 

Existem três fatores importantes: 1) os dados são mercadorias compiladas, usadas ou comercializadas por terceiros; 2) geralmente não há benefícios diretos para as pessoas sobre as quais os dados são coletados;  3) organizações interessadas em coletar, armazenar e analisar dados.

Veja também: O que é controle de qualidade de dados para pesquisas

Tudo isso não significa que, ao longo da história, os indivíduos não tenham coletado informações sobre si mesmos. Os indivíduos coletaram dados qualitativos na forma de diários e biografias. Coletaram alguns dados quantitativos, mas isso geralmente tende a satisfazer um terceiro. Mas agora, além de todos os dados que outros compilam sobre eles, novas tecnologias, como tecnologias portáteis (sensores) e dispositivos de IoT, permitem que as pessoas produzam e compilem voluntariamente grandes quantidades de dados sobre si mesmas, e isso pode ter um benefício direto para elas. (A coleta involuntária de dados através de dispositivos conectados já está ocorrendo, por exemplo, dispositivos conectados à Internet são usados para publicidade de segmentação geográfica).

Análise de dados para o crescimento do seu negócio

Quem possui ou controla a geração de dados?

Os dados são coletados de maneiras diferentes. Os dados do censo são coletados periodicamente (os intervalos variam de acordo com o país) por meio de uma coleta obrigatória de dados do governo. As pesquisas geralmente funcionam sob a exigência de participação voluntária, embora haja exceções. Grande parte da geração de dados de consumo coletados agora é feita de maneira oculta ou discreta. Exemplos incluem cookies do navegador que coletam informações sobre os sites que visitamos, mecanismos de pesquisa que coletam informações sobre pesquisas na Internet. Assim como também provedores de email que analisam mensagens de email e aplicativos que usam dados geográficos para comercializar produtos e serviços para clientes em potencial. 

Leia também: Coleta de dados internacional: saiba do que se trata

Como analisar os dados de uma investigação?

Parece que o público está cada vez mais consciente e preocupado com a soma dessa coleta de dados. Houve tentativas de limitar a coleta de dados, os defensores de esforços como esse tendem a citar preocupações sobre ônus e privacidade. O crescimento exponencial dos dados coletados de forma voluntária e involuntária pode causar tentativas semelhantes (talvez bem-sucedidas); de alterar as políticas governamentais e corporativas para fornecer aos indivíduos mais controle sobre seus dados. De fato, os pesquisadores de mercado já estão começando a responder a esse interesse entre os consumidores; oferecendo aos consumidores acesso ao seu histórico de navegação, atividade de mídia social e transações online. Métodos para coleta de dados

À medida que a quantidade de dados coletados sobre nós aumenta, há uma boa chance de que os indivíduos vejam seus dados como seus, entendam o valor que ela tem para vários terceiros, exijam mais controle sobre eles e sejam compensados. No entanto, o tipo de compensação que eles desejam provavelmente dependerá de como os dados serão usados. Por exemplo, é provável que os consumidores continuem trocando dados por conveniência. Como por exemplo, a importância do tema e o altruísmo podem ser fatores que nos ajudem a obter acesso a grandes dados; quando o objetivo do estudo é uma “pesquisa para o bem público”.

Conheça: Qual é a diferença entre os dados primários e secundários?

Necessidade de mais investigações

Se necessitam mais pesquisas nesta área de geração de dados para responder a perguntas como: 1) O público em geral continuará tolerando a coleta involuntária de dados quando esses dados são coletados por dispositivos conectados? 2) O público terá opiniões semelhantes sobre como compartilhar dados pessoais de dispositivos conectados com pesquisadores da pesquisa? 3) Podemos usar técnicas semelhantes para acessar dados do registro administrativo ou teremos que desenvolver um novo protocolo para solicitar permissão para acessar esses dados?

Como utilizar um criador de questionário para coletar dados

Para agilizar seu processo de trabalho e para que tenha recursos que enriquecem seu projeto de pesquisa, utilize uma plataforma online de pesquisa, te convido a conhecer a Questionpro, uma solução completa em pesquisa e inteligência de mercado. 

Siga-nos nas redes sociais e receba sempre dicas e novidades: Facebook, Twitter, Linkedin, Instagram

Crie sua primeira pesquisa on-line
Comece em 30 segundos. Não é necessário cartão de crédito.