Características da segmentação psicográfica

Segmentação psicográfica é uma técnica de segmentação de mercado. Em que os grupos são formados de acordo com os traços psicológicos que influenciam os hábitos de consumo. Esses hábitos são extraídos do estilo de vida e das preferências das pessoas. Algumas delas são, status social, atividades diárias, hábitos alimentares, opinião sobre determinados tópicos, etc.

A segmentação do mercado psicográfico é realizada principalmente com base em “como” as pessoas pensam e “o que” pretendem ser sua vida. Qualquer organização que tente entender o processo de pensamento de seus consumidores. Pode dividir seu mercado alvo de acordo com esse método de segmentação. Saiba mais: O que é uma amostra representativa da população nacional?

Além da segmentação demográfica, há também: segmentação geográfica, segmentação comportamental e que são eficazes.

Uma organização baseada na venda de produtos ou serviços, deve levar em conta seus clientes, uma vez que estes (produtos e serviços) são obviamente criados para eles, para consumo.

As demandas e expectativas do cliente hoje desempenham um papel fundamental no design e desenvolvimento de um produto. Essas demandas e expectativas evoluem com o tempo e o entendimento do cliente. Também evolui com o aumento da renda familiar, da idade ou de qualquer outro fator demográfico.

Qual é a utilidade de entender o comportamento do consumidor? Uma organização pode trabalhar melhor se entender a psicologia de seus clientes. Tendo isso em mente, sem dúvida, será capaz de oferecer produtos orientados de forma correta para o seu mercado. Eu convido você a ler: Conselhos para pesquisa – conceitos e práticas

A influência do big data na maioria das decisões dos clientes

  • Quando um cliente aprova um aplicativo para que ele possa acessar suas informações pessoais. E quando um cliente aceita o uso de cookies de um site, ele começa a deixar uma impressão digital. Que é comumente rastreada para ter uma idéia dos hábitos de compra de um site. Os dados de big data são usados ​​basicamente para saber mais sobre as atitudes, personalidades, estilos de vida, etc.
  • As organizações podem acessar informações com precisão. Monitorando a atividade de um usuário em redes sociais, plataformas on-line, compras de produtos on-line, etc.
  • Sites de redes sociais, mecanismos de pesquisa e aplicativos móveis acessam uma grande quantidade de informações detalhadas sobre um usuário.
  • O Big Data não apenas permite que os aplicativos coletem detalhes sobre os clientes. Mas também oferece às empresas acesso em tempo real a informações pessoais. Como dados de controle de acesso ou características pessoais. Juntamente com números de telefone, mensagens privadas, presença em redes sociais e outros dados armazenados no telefone de um usuário.
  • O padrão de comportamento on-line do usuário. O tempo gasto em cada uma das páginas da Web. As resenhas publicadas sobre restaurantes ou hotéis. Os locais visitados e os pagamentos que as pessoas fazem on-line são dados rastreados pelas grandes empresas.
  • As plataformas digitais acessam essas informações para criar planos detalhados. E para ter uma ideia sobre as coisas que influenciam o comportamento on-line de um cliente.
  • As organizações podem implementar métodos de big data para entender e mapear traços psicográficos, também para personalizar o design do site, a cor do tema, etc.

Variáveis ​​de segmentação psicográfica

A segmentação do mercado psicográfico é uma tarefa crítica para o desenvolvimento de negócios e, portanto, precisa de atenção especial. Cada pessoa tem demandas e opiniões variadas. As marcas devem se concentrar não apenas na divisão do mercado com base na psicologia, mas também na conexão com o mercado-alvo. Leia também: 7 questões demográficas para uma pesquisa

Existem cinco variáveis ​​de segmentação psicográfica com base nas quais os segmentos podem ser separados:

  • Personalidade
  • Estilo de vida
  • Status social
  • Atividades, interesses e opiniões
  • Atitudes

Faça uma pesquisa do zero

Personalidade

Os pesquisadores de mercado podem segmentar com base na personalidade para formar um grupo de pessoas com traços de personalidade semelhantes. Novos produtos ou serviços podem ser lançados para atender diferentes personalidades.

Algumas personalidades definidas são: a criativa, a emocional, a amistosa, a teimosa, a introvertida, a extrovertida, etc. Ter essas classificações de personalidades ajuda as organizações a filtrar seus clientes de maneira sistemática.

A personalidade e os hábitos de compra de um cliente são duas coisas fortemente relacionadas. Para as empresas desenvolverem produtos que agreguem valor aos clientes e de acordo com suas necessidades usuais, é essencial ter em mente sua personalidade e seus hábitos.

Uma organização pode usar essa variável de segmentação psicográfica para desenvolver produtos de acordo com a maioria das personalidades que seus clientes têm. Sem dúvida, as empresas terão o benefício de fazer isso, por exemplo, em suas vendas.

No passado, muitas marcas de bebidas, laptops e perfumes se concentravam muito nas personalidades de seus clientes para criar melhores campanhas de marketing.

Como pesquisador de mercado, você deve se fazer a seguinte pergunta: “Em geral, que personalidade a maioria de seus potenciais consumidores tem?”

Para entender quais produtos ou serviços funcionarão melhor com seu mercado-alvo e desenvolver estratégias de marketing bem-sucedidas, é importante que você tenha a resposta para essa pergunta em mente. Saiba mais: 5 maneiras de complementar o big data

Estilo de vida

Você deve investir vários recursos se quiser criar vários produtos para diferentes mercados. No entanto, os recursos podem ser salvos se a segmentação for feita com base no estilo de vida do cliente.

Por exemplo, se um fabricante de calçados pretende projetar calçados para vários segmentos de mercado, como atletas, assistentes de escritório, estudantes, etc. A divisão de grupos de acordo com o estilo de vida das pessoas pode ajudar a criar segmentações semelhantes. Com isso em mente, o fabricante pode produzir sapatos que se adequam a todos os estilos de vida.

Status social

Na maioria dos casos, o status social, principalmente os produtos que as pessoas usam e suas preferências (em geral). Cada classe social tem suas preferências em termos de vestuário, calçados, alimentos, automóveis, produtos eletrônicos, etc.

Por exemplo, pessoas de alto status social geralmente preferem carros de luxo, casas de férias etc. Comumente, as marcas de carros de luxo são direcionadas para esses grupos de pessoas e não para pessoas de baixo status social.

Esse tipo de segmentação pode ser útil para marcas que têm um produto ou serviço focado em um nicho, um produto que geralmente não é útil para todas as classes sociais.

Atividades, interesses e opiniões

Essa segmentação é baseada nas atividades às quais os clientes são comumente inclinados, também nos tópicos que interessam aos clientes e nas opiniões deles em relação a assuntos específicos.

Há pessoas que adoram assistir a shows de comédia e há outras que preferem assistir séries de dramas ou outros tipos de programas. Dependendo da atividade preferida das pessoas, um pesquisador pode determinar seus produtos e serviços preferidos e criar estratégias de marketing para abordar várias atividades, interesses e opiniões. Finalmente, convido-vos a ler: Use as informações do cliente para conduzir o envolvimento dos funcionários

Atitudes

A atitude de um indivíduo é moldada pela maneira como ele foi criado e por sua origem cultural. Cada cliente em potencial geralmente tem uma atitude diferente e isso pode, sem dúvida, ser uma variável para segmentação psicográfica.

Grupos são criados dividindo os clientes (com base em seus pensamentos e atitudes). Atitude é um parâmetro intangível que fornece informações sobre a natureza básica de um cliente.

Cada cliente exibe diferentes atitudes: uma pessoa pertencente a um grupo que tem altos rendimentos prefere jantar em um restaurante Premium e dirigir um carro Mercedes Benz, e um indivíduo de classe média se preocupará em economizar pesos extras e não para o luxo.

Um especialista em marketing deve levar esses pontos em consideração ao decidir qual será o mercado-alvo para um novo produto ou uma nova característica de um produto existente.

Exemplos de segmentação psicográfica

  • Um exemplo comum desse tipo de segmentação é uma fábrica de dispositivos móveis especializada na personalização desses dispositivos.
  • Esses telefones não estão disponíveis para pessoas de todas as classes. Requer um certo nível de vida e renda familiar para poder comprar um móvel caro que seja personalizado para cada cliente.
  • Através do uso de segmentação de mercado, a equipe de marketing pode dividir o mercado-alvo primeiro de acordo com seu status social e, em seguida, com base em seus estilos de vida, atitudes ou personalidade.
  • Eles também podem avaliar as mesmas variáveis ​​para o mercado-alvo de um concorrente e fazer uma melhor seleção de mercado e melhorar suas atividades de desenvolvimento de marca.

Vantagens da segmentação psicográfica

  • Ele ajuda você a entender as preocupações dos clientes através da análise de personalidades, estilos de vida ou status social.
  • Esse tipo de segmentação é importante quando se trata da personalização de produtos e serviços.
  • Como fornece detalhes sobre fatores como estilos de vida, interesses, opiniões, etc., é muito mais eficaz do que segmentação geográfica e segmentação demográfica.
  • É uma extensão da segmentação comportamental e oferece opções para dividir a população de acordo com atitudes ou opiniões.

Para agilizar seu processo de trabalho e para que tenha recursos que enriquecem seu projeto de pesquisa, utilize uma plataforma online de pesquisa, te convido à conhecer à Questionpro, uma solução completa em pesquisa e inteligência de mercado.

Siga-nos nas redes sociais e receba sempre dicas e novidades: Facebook, Twitter, Linkedin, Instagram.

Crie sua primeira pesquisa on-line
Comece em 30 segundos. Não é necessário cartão de crédito.