Amostra deliberada, crítica ou experimental: conheça agora!

Amostra deliberada, crítica ou experimental, é uma técnica de amostragem não probabilística na qual os membros da amostra são escolhidos apenas com base no conhecimento e julgamento do investigador. Como o conhecimento do pesquisador é fundamental na criação de uma amostra. existem possibilidades de que os resultados obtidos sejam altamente precisos com uma margem mínima de erro.

O processo de seleção de uma amostra através de amostra deliberada, crítica ou experimental implica que os pesquisadores selecionem cuidadosamente cada indivíduo para fazer parte da amostra. O conhecimento do pesquisador é fundamental nesse processo de amostragem. Uma vez que os membros da amostra não são escolhidos aleatoriamente.

Quando realizar uma amostra deliberada, crítica ou experimental?

Esse tipo de amostragem é mais eficaz em situações em que há apenas um número restrito de pessoas que possuem qualidades que um pesquisador espera da população-alvo. Pesquisadores preferem implementar amostra deliberada, crítica ou experimental quando sentem que outras técnicas de amostragem consumirão mais tempo. Eles dependerão de seu conhecimento para selecionar uma amostra para realizar a pesquisa.

Este tipo de amostragem é geralmente usado em situações em que a população-alvo é composta de indivíduos altamente intelectuais; que não podem ser escolhidos usando qualquer tipo de amostragem probabilística ou não probabilística. Ele também é usado em situações em que a amostra selecionada precisa ser aprovada ou filtrada; usando outros métodos de amostra.

Por exemplo, em situações em que um pesquisador realizaamostra de conveniência para coletar feedback de professores sobre sua universidade. Mas, o fato de que existe uma alta probabilidade de que os resultados sejam desviados; os pesquisadores preferem amostragem deliberada e crítica para selecionar os professores que fornecerão 100% de feedback sobre a universidade.

Veja também: Amostragem probabilística: conheça as vantagens de utilizá-la

Como ocorre a seleção?

A seleção de cada indivíduo na amostra é um desafio para o pesquisador. É uma tarefa tediosa selecionar manualmente os membros de uma amostra e garantir que não haja desvios.

A autoridade envolvida no processo de seleção não precisa necessariamente ser um “especialista” no assunto. Mas, deve atender a certas características que são esperadas de uma autoridade desse tipo de amostra não probabilística. A formação ou a experiência de trabalho não são levadas em conta ao nomear as autoridades responsáveis pelo processo de seleção. 

Conheça também: O que é amostragem discricionária?

Amostra deliberada, crítica ou experimental é usada quando existem restrições de tempo para a criação da amostra e as autoridades envolvidas preferem confiar em seu conhecimento e não em outros métodos de amostra. Mas, o fato de um pesquisador poder ou não ser competente para realizar um processo de amostragem efetivo deve ser levado em consideração. Essa é a única desvantagem da amostragem intencional. Cada pesquisador que assuma a responsabilidade de criar uma amostra usando uma amostragem especializada. Ele deve estar extremamente seguro de suas próprias habilidades e compreensão do assunto.

Saiba o que é amostragem voluntária e como usar esse método

Exemplos de amostra deliberada, crítica ou experimental

Aqui estão dois exemplos diferentes:

Considere um cenário em que você deseja entender os fatores que levam uma pessoa a selecionar o hacking ético como profissão. O hackeamento ético é uma habilidade que recentemente atraiu a juventude. Mais e mais pessoas o selecionam como profissão. Pesquisadores que entendem o que é hacking ético podem decidir quem deve formar a amostra para reconhecê-la como profissão. É quando a amostra deliberada, crítica ou experimental é implementada. Os pesquisadores podem facilmente filtrar os participantes que podem ser elegíveis para fazer parte da amostra da pesquisa.

Melhore sua amostragem seguindo essas dicas

Existem muitas tribos que têm suas próprias crenças religiosas. Para pesquisadores que planejam estudar cultura em um determinado país, é aconselhável selecionar estratos usando amostra deliberada, crítica ou experimental. Uma vez que as crenças religiosas são consideradas altamente sensíveis. Devido à sensibilidade do tópico, se amostras são criadas daqueles que têm o conhecimento apropriado e a pesquisa é realizada com essas amostras; os resultados serão altamente precisos. Técnicas de amostra probabilística geralmente produzem resultados alterados em tais casos.

Saiba O que é uma população de estudo? Características e técnicas de amostragem

Vantagens da amostra deliberada, crítica ou experimental

Consome um tempo mínimo de execução: Nesta abordagem, a experiência dos pesquisadores é importante e não há outras barreiras devido às quais a seleção de uma amostra é extremamente conveniente.

Permite que os pesquisadores abordem seu mercado alvo diretamente: Não há critérios para selecionar uma amostra, exceto as preferências do pesquisador. Graças a isso, você pode se comunicar diretamente com o público-alvo de sua escolha e obter os resultados desejados.

Resultados quase em tempo real: Uma pesquisa ou levantamento rápido pode ser realizado com a amostra usando amostra deliberada, crítica ou experimental, uma vez que os membros da amostra possuirão o conhecimento e entendimento de acordo com o assunto.

Veja: O que é amostragem de aceitação?

Para agilizar seu processo de trabalho e para que tenha recursos que enriquecem seu projeto de pesquisa, utilize uma plataforma online de pesquisa, te convido a conhecer a Questionpro, uma solução completa em pesquisa e inteligência de mercado. 

Siga-nos nas redes sociais e receba sempre dicas e novidades: Facebook, Twitter, Linkedin, Instagram

Crie sua primeira pesquisa on-line
Comece em 30 segundos. Não é necessário cartão de crédito.