Como selecionar uma amostra de estudo?

Uma amostra de estudo populacional é um conjunto de elementos que representam o universo total, ou seja, são uma fração do número total de indivíduos a serem avaliados. Portanto, selecionar uma amostra é tão importante quanto o tamanho da amostra que participará da pesquisa.

Um tamanho de amostra grande pode produzir resultados melhores e mais precisos. Uma investigação é um processo de várias etapas, que permite atingir os objetivos estabelecidos se as etapas forem executadas sistematicamente e se você obtiver grandes quantidades de informações. Veja também: Rotatividade de pessoal. Quais são as causas e como reduzi-lo?

Por exemplo, se você quiser saber a proporção de crianças infectadas com um determinado patógeno, você normalmente obteria uma estimativa mais precisa dessa proporção se escolhesse selecionar uma amostra de 300 crianças em vez de 50.

Aqui está outro exemplo, imagine que você é um pesquisador de mercado nos Estados Unidos e quer enviar uma pesquisa para conhecer a opinião que o público tem de seu público sobre um novo celular que está prestes a ser lançado.

Hipoteticamente, você escolhe a população de Nova York, que é de 8 milhões. Como você não pode enviar uma pesquisa, é necessário escolher uma amostra de 500 pessoas que atendam aos requisitos de nosso painel de consumidores e que tenham recebido respostas deles. Por meio dessas respostas recebidas, você pode determinar como o público reagirá ao produto.

Não pode haver menos ênfase no fato de que é essencial selecionar uma amostra corretamente. Afinal de contas, se for muito grande, você pode ter um desperdício de recursos, tempo e dinheiro, e se o tamanho da sua amostra for muito pequeno, isso não permitirá que você obtenha mais informações e isso levará a resultados inconclusivos.

Tamanho da amostra e população alvo

Antes de selecionar uma amostra, é necessário definir alguns termos bem, como a população-alvo e a amostra necessária:

Tamanho da população: O tamanho da população é quantas pessoas realmente se adaptam à sua população? Por exemplo, se você quiser saber sobre médicos que residem nos EUA, o número total de médicos no país se tornará do tamanho de sua população. Não se preocupe, o tamanho da população não tem que ser tão grande ou pequeno em todos os momentos, só tem que ser o caminho certo. Saiba também: Como migrar as pesquisas da Qualtrics para a QuestionPro em 3 etapas

Nível de confiança: sempre é expresso como uma porcentagem e está alinhado com o intervalo de confiança. Por exemplo, se o seu nível de confiança for 90%, você provavelmente terá uma precisão de 90%.

A margem de erro (intervalo de confiança): Nenhuma amostra será perfeita, então você deve decidir quanto erro permitir. Uma margem de erro descreve quão perto podemos esperar que o resultado de uma pesquisa caia em relação ao valor real da população.

Padrão de desvio: O desvio padrão é a medida da dispersão de um conjunto de dados da média. Mede a variabilidade absoluta de uma distribuição; quanto maior a dispersão ou variabilidade, maior o desvio padrão e maior a magnitude do desvio do valor de sua média. Por exemplo, você já enviou sua pesquisa, o padrão de desvio é quanta variação você espera em suas respostas.

Fórmula para selecionar uma amostra

Agora que temos todos os termos definidos, vamos entender como funciona o cálculo do tamanho da amostra:

Seu nível de confiança corresponde a uma pontuação Z. Esse é um valor constante necessário para essa equação. Aqui estão as pontuações Z para os níveis de confiança mais comuns:

90% – Pontuação em Z = 1,645

95% – Pontuação Z = 1,96

99% – Pontuação em Z = 2,576

Se você escolher um nível diferente de confiança, existem várias ferramentas on-line que podem ajudá-lo a encontrar sua pontuação.

Guia para selecionar uma amostra de estudo

Determinar o tamanho correto da amostra para uma pesquisa tornou-se uma das perguntas mais comuns. O processo para determinar o melhor não é tão complicado quanto você imagina. Leia também: Como fazer um mapa da experiência do cliente?

Como não há fórmula mágica ou número exclusivo, há algumas coisas que você deve determinar antes de começar a descobrir qual é o tamanho da amostra:

Suas metas e objetivos: o que você espera fazer com a pesquisa? Você planeja projetar os resultados em toda a população ou grupo demográfico? Você quer ver como um grupo específico pensa? Você está tentando tomar uma grande decisão ou apenas estabelecer um endereço?

Se você pretende projetar os resultados de sua pesquisa em uma população maior, então o tamanho da amostra é crítico e você desejará ter certeza de que ela está equilibrada e reflete a população. Se você está apenas tentando sentir as preferências, então não é tão importante.

Quão preciso você precisa ou quer ser? Quão perto você quer que os resultados da pesquisa imitem o verdadeiro valor que teria se todos respondessem? Mais uma vez, se esta pesquisa vai determinar como você vai gastar milhares de pesos, a coisa mais segura é que você quer ser muito preciso. Quanto mais preciso você quer ser, mais você quer mostrar e quanto mais você tem que representar a população total. Portanto, se sua população for pequena, digamos 200, você poderá realizar um censo completo em vez de apenas obter uma amostra.

Quão confiante ou confiante você deseja estar com os resultados? Pense na confiança de uma perspectiva de risco. Quanto risco você está disposto a aceitar? É aqui que os números do intervalo de confiança se tornam importantes. Quanta confiança você quer ter? 98% de certeza de si mesmo? 95% de confiança Entenda que essa porcentagem de confiança que você escolhe tem um grande impacto no número de pesquisas que você precisará e que pode aumentar a duração do processo, o número de amostras que você terá que obter e isso significa custos mais altos. Isso ajuda a entender os números reais por trás dos percentuais e os custos associados a alcançá-los.

Que tipo de variabilidade você está vendo? Em outras palavras, quão semelhante ou diferente é a população. Se você estiver pesquisando os consumidores em um tópico amplo, poderá ter muitas variações e precisar de mais amostras. Mas se você estiver pesquisando uma população razoavelmente homogênea, sua variabilidade será menor e você será capaz de amostrar menos pessoas. Portanto, mais variabilidade é igual a mais amostra e menos variabilidade é igual a menos amostra. Se não tiver certeza, você pode começar com 50% de variação.

Calcule sua taxa de resposta: claro, você quer que todos respondam à pesquisa, mas sabemos que isso não acontecerá. Sua taxa de resposta dependerá de quão comprometida a amostra ou população é com o produto, organização de serviço ou marca. Quanto maior a taxa de resposta, mais comprometida a lista será. O tamanho da amostra base é o número de respostas que você deve receber. Convido você a ler: Comunidades e painéis on-line – obtenha insights por esses meios

Para atingir esses objetivos, você terá que aumentar o tamanho da sua lista, lembrar as pessoas para completar a pesquisa e também prestar atenção à estrutura da pesquisa.

Por exemplo, às vezes as pessoas não respondem a pesquisas longas. Então, se você reduzir o número de perguntas em sua pesquisa, sua taxa de resposta poderá aumentar.

Antes de selecionar uma amostra o número exato de indivíduos a serem incluídos em sua pesquisa, há alguns fatores que você deve ter em mente:

  • O objetivo da pesquisa: Se você estiver interessado em usar os resultados de sua pesquisa para tomar uma decisão importante ou planejar projetar os resultados em uma população maior, o tamanho da amostra é vital. No entanto, se você estiver simplesmente usando os resultados para ter uma ideia das preferências de um grupo específico, o tamanho da sua amostra pode não ser tão importante.
  • Diversidade: Quão diversificada é a população de indivíduos ou grupos que você deseja pesquisar? Embora respondentes semelhantes possam ser pesquisados ​​usando um tamanho de amostra menor, pesquisas que requerem uma população mais diversificada receberão resultados mais precisos com um tamanho de amostra maior.
  • Precisão: Qual a importância da precisão dos resultados da sua pesquisa? O tamanho da amostra e o público-alvo podem desempenhar um papel importante na precisão da pesquisa. Por exemplo, se você planeja usar os resultados para fazer um grande investimento ou tomar uma decisão que afete uma grande população, é provável que seja extremamente importante e é essencial que o tamanho da amostra seja maior.
  • A taxa de resposta: Para determinar o tamanho de amostra mais eficaz para a pesquisa, você deve primeiro considerar o número de entrevistados que precisará, bem como a disposição de sua audiência em participar da sua pesquisa. Se você estima que apenas 50% da sua audiência responderá e você precisa de pelo menos 100 respondentes, por exemplo, é provável que você aborde um mínimo de 200 pessoas.
  • Público-alvo: Outro fator que deve ser considerado ao tentar selecionar uma amostra é o próprio público. Se você enviar uma pesquisa para um público específico qualificado para fornecer respostas precisas, o tamanho da amostra pode não ser tão grande quanto se você decidisse pesquisar pessoas aleatoriamente na área.

A seleção de uma amostra populacional permitirá um estudo confiável sobre o objetivo e as diferentes características de cada população.

Por último convido você a ler: O que é o método Pensamento Futuro?

Para agilizar seu processo de trabalho e para que tenha recursos que enriquecem seu projeto de pesquisa, utilize uma plataforma online de pesquisa, te convido à conhecer à Questionpro, uma solução completa em pesquisa e inteligência de mercado.

Siga-nos nas redes sociais e receba sempre dicas e novidades: Facebook, Twitter, Linkedin, Instagram.

Crie sua primeira pesquisa on-line
Comece em 30 segundos. Não é necessário cartão de crédito.